Quem me dera ser cantora

Quem me dera ser cantora
Para poder cantar canções bonitas
E românticas
Aquelas bem contagiantes e emocionantes
Quisera eu ter
Uma daquelas vozes estonteantes e poderosas
Para chamar a tua atenção
E prender-te na minha melodia

Quem me dera ser cantora
Eu cantaria todos os dias
Todas as horas e todos os segundos
Não para o mundo
E nem para mim
Seria só para ti
Por quem meu coração
Bate, palpita e saltita

Quero ser cantora
Para poder expressar
Os meus sentimentos
Em canto…
Em verso…
Em melodia
Porque já não o suporto
Dentro do meu peito
Sinto que vou explodir
É loucura é muita coisa
Para falar
Criei um mural no meu quarto
E nada
Já falei a todas minhas amigas
O quanto eu te amo
E nada
Pintei as paredes todas
Do meu bairro
Com o nosso amor
E nada
Só me resta contar aos quartos
Ventos do mundo
Por isso quero cantar
Só assim saberão
Que eu amo-te muito

Mais eu não sei cantar
Nem no banho, nem na cozinha
E nem no tanque
Banho-me em silêncio, cozinho em silêncio
E lavo em silêncio
Porque tu preenches
O meu silêncio
Com as tuas lindas canções
Por Domingas Monte

2 comments on “Quem me dera ser cantora

  1. VA
    14 de Abril de 2013 at 23:10 #

    Bonito, uma parte do poema lembrou-me Daniel Filipe em “A invenção do Amor”.

  2. Domingas Monte
    14 de Abril de 2013 at 23:26 #

    Muito obrigada pelo incentivo, sentimos-nos felizes por gostares do nosso trabalho, dá-nos mais ânimo para continuar a trabalhar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: