Flor sem pétalas

Flor sem pétalas

Sou eu…

Que vivo aqui isolada

Entristecida e amargurada

Ninguém me quer

Ninguém me admira mais

Nem já as abelhas

Até elas querem sequer

Pelo menos depositar seu néctar

Para alimentar meu coração

E envaidecer minh´alma

Que anda entristecida

Flor sem pétalas

Fiquei eu…

Desde que o sol partiu

Meu dia adormeceu

A aurora nasceu sombria

Noite de lua cheia

Nunca mais apareceu

As estrelas pararam de brilhar

Foi tão de repente

Que momentaneamente

Brotaram lágrimas de dor

Que correm no meu manto

Flor sem pétalas

Sou eu…

Que pertenço

Á esse mundo das trevas

Que arruinou meus sonhos

Silenciou para sempre

Meu cantar…

Já tentei…

Libertar a melodia adormecida

Nesse cantar

Mais não consigo

Nem consigo

Enxugar meu rosto

Repleto de lágrimas

Carregado de pesar

Flor sem pétalas

Fiquei eu…

Quando o meu amor partiu

Senti-me invadida

Por uma tristeza

Que obstruiu meus pensamentos,

Meus sentimentos

Congelou para sempre

Minha mente

Por Domingas Monte

 

 

 

 

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: