O Coelhinho Branco

Era uma vez um coelhinho branco que foi muito cedinho à sua horta apanhar couves para fazer uma sopinha. Quando chegou a casa, encontrou a porta fechada por dentro.

Bateu a porta e disse:

– Sou eu, o coelhinho branco, que venho da horta e vou fazer sopinha.

Lá de dentro responde-lhe:

– E eu sou a cabra cabrês que te salto em cima e te faço em três.

O coelhinho branco ficou triste. Foi por aí fora e encontrou um cão que lhe perguntou:

– O que é que tens, coelhinho branco?

– Hoje fui muito cedinho à horta buscar umas couves para fazer uma sopinha. Quando cheguei a casa. Encontrei lá a cabra cabrês que me salta em cima e me faz em três.

Respondeu o cão:

– Eu não vou lá, que tenho medo.

O coelhinho continuou por ali e encontrou um galo que lhe perguntou:

– O que é que tens, coelhinho branco?

– Hoje fui muito cedinho à horta buscar umas couves para fazer uma sopinha. Quando cheguei a casa, encontrei lá a cabra cabrês que me salta em cima e me faz em três.

Respondeu o galo:

– Eu não vou lá que tenho medo.

O coelhinho continuou por ali fora e encontrou uma vaca que lhe perguntou:

– O que é que tens, coelhinho branco?

– Hoje fui muito cedinho à horta buscar umas couves para fazer uma sopinha. Quando cheguei a casa, encontrei lá a cabra cabrês que me salta em cima e me faz em três.

Respondeu a vaca:

– Eu não vou lá que tenho medo.

O coelhinho já não sabia o que havia de fazer à sua vida.

Estava cada vez mais triste, até que encontrou uma formiga que lhe perguntou:

– O que é que tens, coelhinho branco?

Hoje fui cedinho à horta buscar umas couves para fazer uma sopinha. Quando cheguei a casa, encontrei lá a cabra cabrês que me salta em cima e me faz em três.

– Eu vou lá e havemos de resolver o caso – respondeu a formiga decidida.

A formiga foi com o coelhinho. Bateram à porta e lá dentro responderam:

– Eu sou a cabra cabrês que te salto em cima e te faço em três.

– Eu sou a formiga rabiga que te tiro as tripas e te furo a barriga.

Então, a formiga entrou pelo buraquinho da fechadura e matou a cabra cabrês. Depois abriu a porta ao coelhinho que entrou e fez a sopinha.

O coelhinho branco convidou a formiga a viver lá em casa. A formiga aceitou e ficou a viver com o coelhinho branco.

Recolha da tradição oral

By: equipa Mwelo Weto

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: