Existência

Faltava algo em mim,

Não sabia o que viria a ser,

Quando encontrei a solidão,

Um vazio preenchia fantasias.

Faltava, senti-me incompleta!

Tentei cobrir-me com esperanças…

Meu coração ecoava por um pedaço da vida,

Dei fintas ao coração e confundi-me com a razão.

Procurei algo estranho e incerto,

Não reconhecia nada, nos rostos…

Nas ruas, no horizonte, não sabia nada,

Inconformada, resignei-me.

Recobri-me com esperanças

Refreei-me na procura,

Mas o vazio persistia agonizante!

O buraco profundo, roto, ecoava gritante.

Oh, que existência inexistente!

No silêncio intrépido e carente,

Que só o acontecer do amor pode preencher…

Avivar, recrear uma existência feliz.

Ah, o amor! Esta energia sem fronteiras:

Que transforma a vida do ser,

Revitaliza a força transformadora,

E desassossega alegremente a alma amada.

By Teté Katia

2 comments on “Existência

  1. Edvaldo Damião
    1 de Outubro de 2015 at 21:30 #

    uma poesia preciosa, em conteúdo.

  2. Miguel Suingui
    7 de Março de 2016 at 14:00 #

    Muito linda a poesia

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: