Diyala Ni Muhatu: O Homem e a Mulher

Kwakexile diyala watungile ni muhatu we, kyoso kyavala mona mwene umujibha. Uhangele yu wakexile okubanga ithanga yoso. Kizuwa kimoxi muhatu wakexile kuxinganeka okwila ngendu fa se kuxisa mona. Wate ophangu yohaka ootwana twakexile kuvala moxi dya muxi. Dyala kyoso kyamwihula kwehi kuwatula otwana, mwene wakexile kutambwisa:

            – Ngavala kambinda.

            Wasuluka ni kuhaka otwana ndu kitwatela kiwana. Kizuwa kimosxi diyala dyayi mukasa didyajibha yama. Mukuvutuka, wahwila, mukonda wakexile kya wakuka, waxikama hubata dya muxi mwahakele otwana. Wahemena yu wazwela:

– Ni ngakexile ni twana endele kwiza bhabha okungibandesa. Ame ngakuka kya. Otwana twamwivu tutwatambwisa:

– Aye utata yetu. Ni wandala tudilondekesa, kale wisa ni may’etu. Kyatula ku inzo dyala watangela onjimbu kwa muhatu we. Muhatu mukonda wakijilye kya, watambwisa:

– Khoka owenji we woso, tualwu mudibata dya muxi, muwevu otwana okuzwela. Ni twende kumos okwasanga.

Diyala watumaka yoso yamuzwela, kyavutuka kukibuta kyenyokyo, kyasangehu ni kima kimoxi, ni otwana, ni omuhatu. Wazwela yo kwadyakimi adyembu yoso yabiti nayu. Adyakimi atambwisa:

– Aye wakexile kujibha otwana twe, nde ni malamba e, wakambe okijingu!

            Diyala wkexile ubeka we kumwenyu woso yu wafu ni ukukunyi.  

Tradução: O Homem e a Mulher

Havia um homem que vivia com a sua esposa, mas quando nascesse um filho, ele matava-o. Este acto repetia-se sempre. Um dia, a mulher pensou que havia de morrer sem deixar filhos. Foi assim que teve uma ideia de guardar os filhos que nasciam numa toca de uma árvore. Quando o marido lhe perguntava onde estava o filho ela respondia:

– Eu dei à luz uma cabaça pequena.

Continuou a guardar os seus filhos até que completou quatro. Um certo dia, o senhor foi à caça e matou alguns animais. De regresso cansado, como já
era velho, parou para descansar debaixo da árvore onde estavam guardados os filhos. Ele respirou fundo e disse:

– Se eu tivesse filhos, estariam aqui comigo para me ajudarem. Já estou
cansado e velho. Os filhos ouviram o senhor e responderam:

– És o nosso pai. Mas para aparecermos tens de trazer a nossa mãe.

Assim que chegou a casa contou tudo a sua esposa. Como a esposa já sabia disse:

– Organiza toda a tua riqueza para pô-la de baixo da árvore onde ouviste os filhos a falarem. Depois vamos juntos ao encontro deles.

O senhor cumpriu com tudo, quando regressou ao local não encontrou nada, nem riqueza, nem filhos, nem esposa. Voltou para a aldeia, chorando. Contou aos mais velhos tudo o que lhe sucedeu. Os mais velhos disseram:

– Você matava os teus filhos agora aguenta as consequências, seu malandro!

O senhor ficou sozinho o resto da vida e morreu miserável.

Equipa Mwelo Weto: Recolha da Literatura Oral Angolana. 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: