Black Panther

Da tela, cores e luzes trespassam
Corpos e reflexos em (r)evolução
Imagens transcendentais que arrebatam
É o universo de Wakanda em emanação

Legado ancestral
No diálogo entre o tradicional e o moderno
É a magia africana na cultura tribal
Que exalta o sacrifício materno

Flor que vida exala
Num mesclar de cores
Traz à existência o moribundo herdeiro
Que no confronto ritualístico perde o trono

N`jadaka irrompe furioso em busca de coroação
Mata, despedaça e atropela a tradição
Impõe-se pela força e quer mostrar-se ao mundo
O novo rei destila raiva e ódio

Começa a lapidação do vibranium
E Wakanda está prestes a abrir as fronteiras
Invasão a vista, é a guerra do millenium
Que foi decretada pelo invasor

T´challa emerge das cinzas…
Corpo em transe, panteras em movimento
Diálogos que se encetam noutra dimensão
E o ressurecto encerra, há que manter os valores de Wakanda

Domingas Monte

4 comments on “Black Panther

  1. Fidelino da Esperança
    10 de Abril de 2018 at 10:32 #

    Revi a Pantera Negra na tela na afro e racional dimensão poética.
    Vou assistir ao filme, agora acredito que vale a pena.
    Obrigado mana
    Fidelino da Esperança

  2. Domingas Monte
    19 de Abril de 2018 at 0:04 #

    Muito obrigada. Vale apenas sim, força.

  3. Guise
    3 de Maio de 2018 at 11:32 #

    “Da tela, cores e luzes trespassam
    Corpos e reflexos em (r)evolução
    Imagens transcendentais que arrebatam
    É o universo de Wakanda em emanação”

    Incrível a construção dessa estrofe.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: