NE MBOMA, NE NKAYI YO NE NSESI; A JIBOIA, O VEADO E A GAZELA

NE MBOMA, NE NKAYI YO NE NSESI

Ne Mboma yo Ne Nkayi yo Ne Nsesi, batunga vata dyawu.Ne Mboma wawu ka mona e nzala, wa yanda vavi madya mandi.Muna kwendela ye ntinu za saka, walanvula nti wafwa ye wabatakana kuna nsi a nti wawuna. Wawu kanwananga mukuki kula, Ne Kayi walwaka vana.Yandi mboma wavova vo:

– Lusadisu nzolele.Wunkatula va fulu kyaki.Ne Nkayi walenvuka ye wankula. Ne Mboma wawu kakatuka mu vonza kyokyo, wavova vo: -Nzala za ngolo nginazawu, singama ya dya. Ne Nayi wavutula vo: -Kulendi kundyako, kentangwako yabaka lufwa mukuma kya lusadisu yivene. Vovo be zonzelanga, Ne Nsesi wa finama, toma gwidikina, wabakisa vo Ne Mboma se dya Ne Nkayi.Walwaka va fulu kyakina ye wafimpa yawu ole.Wawu kamana gwa ndambu ye ndambu, wavova vo: -Muna zaya nani wuna ye kyeleka, dyamfunu luvanga wuna luyantikidi. Ne Nkayi wazangula o nti, Ne Mboma wakota kunsi ya nti ye wa batakana dyaka. Ne Nsesi vo: – E ne Nkayi twendi kweto, yambula ka sala gwolela vovo.Yandi muntu untokozi.

Lusansu: Kwa konso muntu una vo untokozi, kebakanga ndandu zambote ko.

TRADUÇÃO: A JIBOIA, O VEADO E A GAZELA

A Jiboia, o Veado e a Gazela, haviam construído a sua aldeia. A Jiboia certo dia, foi invadida pela fome, foi a procura de comida. Como levava uma velocidade incontrolada, deu pancada à uma árvore seca e quando esta caiu, ela ficou presa por baixo da mesma. Enquanto lutava para livrar-se dela, o Veado apareceu e a Jiboia disse: -panquei nessa árvore sem querer e assim que caiu fiquei presa, por favor me liberte. O pedido foi aceite, o Veado a libertou. Mal se viu livre, dirigiu-se ao outro nos seguintes termos: – quero te comer porque estou bastante famintoa O Veado respondeu:

– Encontre outra coisa para você comer porque eu não posso morrer por te salvar da morte. Foi no justo momento da discussão entre ambos que a Gazela apareceu no local. Consultou os dois pelo motivo da contenda. Cada um deu a sua explicação e no fim de tudo a Gazela disse:- para que eu tenha a certeza da explanação de cada um de vós, partam do zero. Façam as coisas como começaram. O Veado levantou a árvore e a Jiboia entrou, mal a largou  ela ficou novamente presa, aí a Gazela disse ao Veado: – A solução da vossa discussão está encontrada.Vamo-nos embora, ela é ingrata deixa-a apodrecer aqui…

Moral da história. O desrespeito aos bons gestos sempre constituiu uma violação de princípios e, aos violadores nunca restou outra coisa senão o sofremento eterno.

Equipa Mwelo Weto: Recolha da tradição oral angolana.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: