Imagem

“A Canção Kongo e Ovimdundu – Tradições e Identidades”

Lançamento

A associação Mwelo Weto (Nosso Portal) em parceria com o INICC (Instituto Nacional das Indústrias Culturais e Criativas), anunciam o lançamento do livro: “A Canção Kongo e Ovimbundu – Tradições e Identidades” da escritora e docente universitária Domingas Monte. A obra destina-se a estudantes, professores, investigadores e a todos os que se interessam pela ciência e pelo conhecimento.

“A canção, sobretudo em África, é um pedaço cultural por excelência. A canção, junção de múltiplos ingredientes (voz, letra, melodia, gesticulação, ritmo, instrumento, dança, etc.), pela participação e adesão que cria e impõe sem realmente impor, pode, com razão, ser considerada como um todo único, para além de riquíssimo. É uma das mais ricas manifestações

Ler Mais

REALIZA-SE EM LUANDA COLÓQUIO SOBRE KUDURO

A Associação Mwelo Weto em parceria com a Mediateca de Luanda, realiza nos dias 28 e 29 de Março o colóquio sobre kuduro, sob oblema: “a hora e a vez do kuduro: um olhar científico”. PARTICIPEMOS!

CONVERSA COM ABREU PAXE – SARAU POÉTICO LITERÁRIO, 1.ª EDIÇÃO

“Bom, eu não olho para a literatura angolana entre antiga e moderna, não; não olho para esse lugar, porque para a minha compreensão hoje eu olho, ou seja, todos os fenómenos que acontecem na vida explicam-se na cultura, do mesmo modo a literatura explica-se na cultura. Entretanto, olhar para a literatura, seja ela um texto

Ler Mais
Imagem

CURSO DE LEITURA EM VOZ ALTA

48373709_517759512055842_147368939335188480_n

CURSO DE LEITURA EM VOZ ALTA

A Associação Mwelo Weto, em parceria com a Faculdade de Letras da Universidade Agostinho Neto, realiza de 08 a 31 de Janeiro de 2019, O CURSO DE LEITURA EM VOZ ALTA. O curso vai decorrer na Faculdade de Letras às terças e quintas em três horários; MANHÃ; das 8h00 às 11h00 TARDE; das 12h00 às

Ler Mais

A POÉTICA DE NETO: EM BUSCA DE UMA IDENTIDADE CULTURAL ANGOLANA

Por: Domingas Monte INTRODUÇÃO O contexto da criação poética de Agostinho Neto é de alienação identitária, cultural, económica e política, ou seja, o da colonização, imposta pelo expansionista português, daí a necessidade de um despertar para reivindicar os direitos autóctones e libertar, num primeiro plano as mentes alienadas e escravizadas; e num segundo plano lutar

Ler Mais

A Perdiz e a Jibóia

Eram amigos que viviam juntos numa aldeia, a perdiz tinha os seus filhos; certo dia vieram os homens de surpresa queimar o capizal onde viviam porque os homens queriam caçar.

Viriato da Cruz distinguido com o Prémio Nacional de Cultura e Artes

Considerado um dos mais importantes impulsionadores de uma poesia regionalista angolana nas décadas de 40 e 50, Viriato da Cruz nasceu em Kikuvo, Porto Amboim em 1928. Fez os estudos liceais em Luanda.

PROGRAMAÇÃO DO COLÓQUIO CORDEIRO DA MATTA

ASSOCIAÇÃO MWELO WETO – NOSSO PORTAL COLÓQUIO CORDEIRO DA MATA PROGRAMAÇÃO

%d bloggers like this: