Etiqueta: Literatura tradicional angolana

Os Bakongo e os ritos funerários

Os ritos funerários têm normalmente uma duração predefinida, decidida em reunião breve, após a morte de alguém, pelos «mfumo a kanda»1 e variam entre os três (3) e cinco (5) dias. Nessa reunião também é decidido o dia do funeral e da resolução de todos os problemas, entretanto o óbito pode ser prolongado em função

Ler Mais

Ne Mfulo ye Ngo – A Tartaruga e a Onça

Conto em Kikongo, língua falada no norte de Angola.  A língua kikongo cobre uma boa parte da região nordeste do País, nas províncias do Zaíre, Uíge e Cabinda. A sua área de difusão estende-se também além das nossas fronteiras, ela é falada na República Democrática Do Congo, na República do Congo e na República do

Ler Mais

A mulher e o caçador

Conto em Kimbundu. O grupo etnolinguístico ambundu vive numa grande extensão do território nacional, que se estende entre o mar do rio kwango ultrapassando o curso deste para o leste. O mesmo seguiu para sul abrangendo o baixo e médio kwanza. Mil e quinhentas (1500.000) pessoas são locutoras do kimbundu. Variantes do povo ambundu são:

Ler Mais

A Canção em Kikongo

Uma canção é uma composição curta que combina uma melodia com uma letra. As canções também podem ser composições musicais sem letra, recebendo o nome de canção instrumental, como é o caso das canções em kikongo que geralmente são acompanhadas por instrumentos musicais, que lhes dão uma feição original e rítmica muito envolvente. A canção faz parte de um

Ler Mais