Etiqueta: poema angolano

Rumo

É tempo, companheiro! Caminhemos… Longe, a Terra chama por nós, e ninguém resiste à voz Da Terra…

Nossa Senhora Do Ó

Nossa senhora do Ó… Senhora do ventre pleno, do ventre belo e fecundo, semente que deste o fruto com que Deus salvou o mundo!

Um Amor ao Sol

Com seus olhos conquistaste-me, Numa manhã ensolarada Fui iluminada, E aí descobri algo sublime. O tempo passou E nada mudou, Desde a primeira vez, Eu venci a timidez, E soube que era chegado o momento. Dei-te amor sem esperar receber Só assim pude perceber Que era amor para valer, Doei-me incondicionalmente Amo-te simplesmente É um

Ler Mais

Existência

Faltava algo em mim, Não sabia o que viria a ser, Quando encontrei a solidão, Um vazio preenchia fantasias.

Onde é que tu escreves

Onde é que tu escreves Mandei-te uma carta Com os meus sonhos Para me desvendares onde é que tu escreves, quando estás só?!

Alfarrabista

Alfarrabista Infortúnio pensante Numa xenofobia de perplexo errante Vem fazer incejos triunfantes Para namorares os seios farsantes … Não tenho ideia Nem alcateia Só tenho a geração Parada pela multidão Nesse tempo sem disponibilidade Do saber ao domicílio Mas nem sequer querem auxílio Alecrim de arrogância Cheirando a ouro Porque me tomas? Hoje prevejo milagres

Ler Mais

PRESENÇA AFRICANA

E apesar de tudo, Ainda sou a mesma! Livre e esguia, filha eterna de quanta rebeldia me sagrou. Mãe-África! Mãe forte da floresta e do deserto, ainda sou, a Irmã-Mulher de tudo o que em ti vibra puro e incerto…

Vou virar melodia

Vou virar melodia Daquelas que fazem… A alma transbordar E o coração desmanchar Para derramar todo o pranto Sufocado no meu eu Bem dentro do meu ser Quero libertar os gritos Que vagam e ondulam

Eu não sei

Hoje sinto meu coração bater tanto Tão intensamente como que ardendo numa fogueira Meus anseios queimam nesse fogo Não sei como consegues tocar fundo com suas palavras Como pouco a pouco tomas conta dos meus sonhos Sinto-me tão estranha, tão envolvida na quentura Que se abate dentro do meu peito   Não sei como consegues

Ler Mais