Etiqueta: poesia de Agostinho Neto

RENÚNCIA IMPOSSÍVEL

II – Afirmação Ah! Faça-se luz no meu espírito LUZ! Calem–se as frases loucas Desta renúncia impossível. Eu–todos nunca me negarei nunca coincidirei com o nada não me deitarei nunca debaixo dos comboios