Etiqueta: provérbios angolanos

Provérbios em Kikongo

Alambi madya mayingi ayivisanga. T1. “Os que cozinham de forma abundante fazem roubar a comida”. T2. “Cozinhar com prudência é poupar comida”. Avo kooko kwa ludinu kulenda kaya, kwa lumoso kakulendi zaya ko. T1. “Se a mão direita oferecer algo, a esquerda não pode saber”. T2. “Quando queres oferecer algo, não faça publicidade”. Avo kudyanga

Ler Mais

Provérbios em Kimbundu

“Kifuba kakitexa ni xitu, mona a mutu kamutexa ni mwenhu” Tradução: O osso não se deita fora com carne, o filho de gente não se deita fora com vida. 2. “Xibata já mundu, ya ajibanda, ya ajikulumuka” Tradução: As escadas do mundo, uns sobem, outros as descem. 3. “Bwe uzakula, ususe, o bua mukwenu, usondajala anji”

Ler Mais

Provérbios em Cokwe

Kawa ka muta yombo kwe ku Yumbo meza kafwa. Tradução: O cão que caça javali pelo javali será morto. Moral: tudo o que fazemos teremos salário. Hwuma lya mukulwana lya kutola vula. Tradução: A testa do mais velho impede a chuva. Moral: ao ir resolver um problema devem ir com um ancião. Waswama kexi Tradução:

Ler Mais

Provérbios em Umbundu

1. “Ya ndindima yiloka eveke” Tradução: “Chuva que troveja quando cai só molha o tolo”. Sentido: Se vires um perigo deves fugir, para não te causar sofrimento. 2. “Cakuloka ombela,  ove otyapula olume”. Tradução: “O que te molhou é a chuva,  mas tu castigas o orvalho”. Sentido:  Quem te puniu foi o grande mas tu vingas-te

Ler Mais

Provérbios em Kimbundu

Kimbundu: “Muezu wa mwadiakimi a usunga nyi ndunge” Português: As barbas de um homem respeitável com jeito se puxam. Kimbundu: “Utuxi wa xingu kya u fudise kwenda” Português: A nudez do pescoço não te impede de andar. Kimbundu: “Monandenge ubinga ni dikanu, mwadyakimi ubinga ni mesu”. Português: A criança pede com a boca, o adulto

Ler Mais

Provérbios Ovimbundu

1. “Cange, cange cove cove” Tradução: O que é meu é meu, o que é teu é teu. 2. “Ombwa yitelã okuponda té yatêlãvo okukoka”. Tradução: O cão que sabe matar também tem que saber arrastar.

Ma hamuwika akwanda meya: O rio é grande mas só num sítio se tira água. Moral: Nós podemos fazer coisas boas, mas as pequenas coisas sempre sujam-nos.

Provérbios em Cokwe A Língua Cokwe É falada pelo grupo etnolinguístico tucokwe, que habitam nas províncias da Lunda Norte, Lunda Sul e no Moxico com um prolongamento profundo na província do Kuando Kubango. A língua Cokwe é também falada fora das fronteiras de Angola: Congo, Namíbia e na Zâmbia. A língua Cokwe tem os seguintes

Ler Mais

PROVÉRBIOS EM UMBUNDU

O grupo que fala a língua umbundu é o Ovimbundu. Estende-se no território a meio da metade oeste de Angola, subindo à beira mar para as terras altas. O grupo é formado de Bié, Mbalundu, Sumbi, Mbuvi, Kacisanje, Bumbu, Mdombe, Mwanya, Nganda, Huambo, Sambu, Kakonda e Cikuma. É o maior grupo etnolinguístico de Angola acima

Ler Mais

Provérbios

Provérbios em Kimbundu. Muezu ua muadiakimi, a-u-sunga ni ndunge Tradução: Barbas de homem idoso, com jeito se puxam. Com brandura, tudo se consegue. 2. Mona a mukajina, mukajina uê. Tradução: Filho de rival, rival é também. Cada qual defende o seu partido. 3. Kiala ku muxima ua háxi, ku muxima ua quimbanda ki koko. Tradução:

Ler Mais

Provérbios Kongo

  1. Nguba zakangwa van azo kwa muntu nkaka ibosi zimena. Tradução: Dá os amendoins torrados, a uma outra pessoa para que possam germinar. Explicação: Este provérbio refere-se a um ato de caridade. Os amendoins torrados não podem germinar, mas se forem dados a um esfomeado para os comer, a retribuição poderá ser maior do

Ler Mais